Google, não exclua o Cocozão

Chamando todos os ponta-grossenses para participar da campanha: Google, não exclua o Cocozão!

Você pode não ter ouvido sobre, mas um dos vereadores da cidade quer que o Google retire do ar as imagens que surgem como resultado de pesquisa para o ‘Cocozão de Ponta Grossa’. De acordo com a informações do site ARede, o vereador comenta que são referências pejorativas ao monumento que sequer existe na cidade, destacando ainda ser algo ruim para a imagem da cidade (e os buracos no asfalto das ruas são bem bonitos, né?).

Ainda segundo as informações do portal, o monumento foi construído durante a gestão do ex-prefeito Péricles de Mello (PT) e que o apelido de ‘cocozão’ foi propagado pelos então radialistas Marcelo Rangel (PPS) e Sandro Alex (PSD), atualmente prefeito da cidade e deputado federal, respectivamente.

google-cocozao-ponta-grossa
Fiquei profundamente chateado e chocado com esta notícia.

Desde 2009 vivemos a ausência do Monumento dos Campos Gerais, o famoso Cocozão, e como isso já não bastasse, há chances de perdermos até mesmo os registros virtuais de algo que marcou a história da nossa cidade. Segundo o advogado Paulo Pereira, a moção de apelo realizada pelo vereador tem fundamento jurídico e tem chances de obter sucesso.

Por isso, em nome do Feicebuque, lanço a campanha: Google, não exclua o Cocozão! 

Este post tem caráter humorístico e representa a opinião do autor, deixamos clara a importância de divulgarmos o nome da nossa cidade através de ações, eventos e outros símbolos que não degrinam ou “sujem” a imagem da cidade ou dos ponta-grossenses.

Cocozão, você pode não ter sido tão bonito, mas tinha o seu charme.

Cocozão, você pode não ter sido tão bonito, mas tinha o seu charme.

Uma imagem dessa pode não gerar opiniões positivas, mas merece continuar disponível para quando nossos netos pesquisarem no Google sobre o monumento mais famoso da cidade.

Mesmo de longe podíamos ver o seu encanto.

Mesmo de longe podíamos ver o seu encanto.
Foto: Cocozão de Ponta Grossa, visto de dentro da UEPG | Fonte: Panoramio – Diogo Figueiredo

Quem foi acadêmico da UEPG durante os anos de vida do Cocozão, com certeza lembra da sensação do vislumbre do monumento antes de uma aula no Campus de Uvaranas.

Você era tão especial que até mesmo por um tempo deu um show de luzes e águas dançantes

Você era tão especial que até mesmo por um tempo deu um show de luzes e águas dançantes
Foto: Panoramio Luiz Renato Berteli

Chegou a se tornar uma atração de curiosos e visitantes que adoravam tirar fotos aos seus pés

O cocozão de ponta grossa chegou a se tornar uma atração de curiosos e visitantes que adoravam tirar fotos aos seus pés

Como não cair na risada e derrubar lágrimas de nostalgia com essas fotos?

Turistas tiravam fotos com o Cocozão de Ponta Grossa
Ok, essa foto é perfeita!

Mas logo você nos deixou, foi um momento muito difícil para os ponta-grossenses

Quando te perguntarem se um cocozão pega fogo, mostre esta foto
Quando te perguntarem se um cocozão pega fogo, mostre esta foto
cocozao-ponta-grossa8
Esta foto, salvem esta foto | Gazeta do Povo

cocozao-ponta-grossa2

É inevitável ficar chateado com as incríveis lembranças que tivemos juntos, Cocozão de Ponta Grossa.

Sua partida, Cocozão de Ponta Grossa, nos deixou assim, incompletos.

Sua partida, Cocozão de Ponta Grossa, nos deixou assim, incompletos.

Cocozão, ainda sentimos a sua falta, por isso apoiamos a causa: Google, não exclua as fotos do Cocozão dos seus registros, porque sabemos que as buscas por este termo ainda continuarão e os resultados que ficarão por lá podem não agradar a todos os estômagos.

E lembre-se: o monumento era uma homenagem às araucárias e aos arenitos da região dos Campos Gerais.


Gostou do post? Compartilhe com seus amigos, vizinhos e conhecidos e mostre para todos que Ponta Grossa (a cidade mais louca do Brasil) e o Cocozão merecem estar sempre disponíveis no Google.

Comentários

Comentários

Robson Netto

Robson é o criador do Blog Feicebuque. Nascido em Ponta Grossa, a verdadeira capital da Rússia Brasileira. Enquanto não for processado, vai tentar trazer muito conteúdo e informações cheias de humor.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *